Páginas

23 de dez de 2010

Série: New Amsterdam

Descobri essa série bem recentemente, apesar dela ser meio antiga - de 2008, e só foram lançados 8 episódios.
Mas sinceramente acho que essa série merecia mais que isso.
O bom, é que tem final. Talvez não seja o final ideal, mas ainda é um final.
Enfim, vamos a história...
Se trata de um imortal, que não é um vampiro nem um anjo. Apenas um humano abençoado, ou talvez amaldiçoado, depende de como cada um quiser olhar.
Ele era um conquistador holandês, que veio nos navios explorar e conquistar as novas terras da américa. Chegando aqui, defendeu um índia e esta, por agradecimento, deu vida eterna a ele até que encontre o verdadeiro amor. Essa é a origem de sua imortalidade. Bem original.
A terra que ele chegou e defendeu a índia era a que hoje é a ilha de Mahanttan em NY. Ele ficou por lá durante toda a vida, saindo apenas para lutar as grandes guerras.
Atualmente ele é um policial de homicídios e, como em toda a série policial, cada episódio ele resolve um assassinato.
Diferente dessa série é que ele teve filhos ao longo dos anos. Apesar de nunca ter encontrado aquela que lhe dará a mortalidade, já se casou diversas vezes e tem alguns filhos espalhados, que são mortais. Já tem netos, bisnetos e tudo, apesar de não manter contato.
Todo o episódio tem um caso atual e conta um pouco da história dele, em um caso antigo. Nem todas são felizes. As cenas são muito bem feitas e os atores são bem legais.
Durante todos os 8 episódios, o Jonh Amsterdam - personagem principal - tem um desejo pela morte, talvez pelo fato desta ser impossível pra ele. Ele arrisca tudo, faz tudo. Ele até fala, o que nos torna humanos e a morte. O que dá graça a vida, é a morte. São frases bem interessantes, que nos faz pensar na vida.
Ele esteve presente nos principais acontecimentos da cidade, e é quase que uma enciclopédia ambulante.
Gostei muito dessa história. Recomendo a quem tiver tempo sobrando nessas férias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário