Páginas

16 de mai de 2013

Livro: Belo Desastre

Esse livro estava literalmente na minha frente e por isso o peguei para ler. Ganhei em um sorteio via twitter do blog Leitora Incomum. É.. eu não acredita nos sorteios até trabalhar com isso, e como passo boa parte do meu dia vendo esses blogs, acabo descobrindo as promoções e participando. De 20, uma se ganha.

Enfim... ontem cheguei em casa cansada, querendo dormir, mas tendo que resolver coisas no computador, estudar e etc. Eis que meu laptop deu pau, e não quis mais mais voltar a vida. (De vez em quando isso acontece). Como já disse, esse livro estava literalmente na minha frente e comecei a leitura só para esperar o computar reviver...
Quase virei a noite lendo e hoje fiz apenas o estritamente necessário pois NECESSITAVA saber o que iria acontecer. Fiquei completamente apaixonada por ele, pelo romance desfuncional e perfeito, pelas brigas e apostas...
Fui do inferno ao paraíso com o casal protagonista, me apaixonei e quebrei meu coração... nossa, foi uma série de aventuras para tão pouco tempo.
Travis é o tipo de personagem que faz as meninas ficarem solteiras para sempre, porque tipo, ele é o cara perfeito, mas completamente irreal. Ele participa de luta underground, mas com a Flor ele é um amor. Ele é a mistura perfeita entre o Bad Boy e o cara que vai estar lá para você. Ele mudou por ela, trocou seu estilo de vida. Ele é invencível no luta, mas não treina para isso...
E Abby é o que toda a menina quer ser, aquela capaz de fazer ele mudar por ela. E o melhor desse livro é que ela não é fraca, nem muito burra. Ela é bem normal. E seu poder especial? Ela sabe jogar poker! Really bad ass!!
O livro é perfeito em milhares de sentidos. Tudo bem que cansei de vê-los quase terminando, e sempre por motivos pífios. A ultima transa deles aconteceu algumas vezes ao longo do livro. O último beijo então... foram uns 20. Mas entre amor e ódio, eles são o casal perfeito. Sim, concordo que a relação deles é disfuncional e eu não aguentaria um romance daquele jeito na vida real, mas na ficção ficou perfeito.
Um outra coisa que curti muito da história é ter saído do ensino médio e ido direto para a faculdade. Sim, eles estão na faculdade!! E em muitos momentos me lembrou absurdamente Greek - minha série favorita, que já foi finalizada há algum tempo e sinto muita falta. O Travis é o Cappie menos hippie e mais violento. O Parker é o Evan. Abby é a Casey, querendo fazer a coisa certa, mas nem sempre conseguindo. Tudo bem, talvez eu esteja forçando um pouco a relação entre a série e esse livro, ainda mais da metade do livro para o final, que foi cada vez mais se distanciando e criando sua história. O Parker não assume no livro o papel que a Evan tem na série, apesar de no começo eu acreditar seriamente que iria. Ainda desconfio que pode ir, pois Parker e Travis pareceram ter uma história no passado. No livro, nunca houve de verdade um triângulo amoroso. O 2º gatinho nem chama atenção. Aliais, tem mais de um 2º gatinho... (só lendo para entender).
Esse livro tem trilha sonora. Acho que é o primeiro livro que li e viram as músicas na minha cabeça. São 2 músicas que contam sua história, ou melhor, combinam.
Essa do Maroon 5, que até o clipe acaba sendo relacionado com a história.

E essa da P!nk. Elas combinadas, geram as turbulências emocionais vividas pelos protagonistas, com suas situações de amor e ódio.

Bom, não tenho muito mais o que falar além de ter adorado o livro. Fiquei realmente muito feliz de ter ganho, pois jamais compraria esse livro voluntariamente. Ele não parecia ser meu estilo... e agora que comprar o livro em inglês para ler no original!

Obs. Apesar de ter um 2º volume que foi lançando recentemente nos EUA, esse livro tem começo, meio e fim. Um final meio exagerado e over romantic, porém fofo. E honestamente, combinou com esses dois doidos...

2 comentários:

  1. COM CERTEZA, SEM NENHUMA SOMBRA DE DÚVIDAS , ESSE SE TORNOU ( EM DOIS DIAS, QUE FOI O TEMPO QUE EU DEMOREI PARA LÊ-LO ) O MELHOR LIVRO QUE EU JÁ LI NA MINHA VIDA !!!!!!!!!
    O ROMANCE DE ABBY E TRAVIS É ALGO SIMPLESMENTE FORA DO NORMAL...
    EU QUERO UM TRAVIS MADDOX NA MINHA VIDDA !!!!!!!!!!!!!
    " ... MAS EU PERTENÇO A VOCÊ"

    ... PORQUE NAO EXISTE UM TRAVIS ????
    LAMENTAVEL !

    DESCULPE MEU DESABAFO ! ISSO TOMOU CONTA DE MIM HAHA'

    PARABÉNS PELA RESENHA :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Travis é TDB e etc, mas a relação deles não é nada saudável.

      Não queira uma relação assim. Vida real é bem diferente. =)

      Excluir